La Stratégie

by Alexander Sweden

Tag: Lopetegui

Há momentos em que um treinador não deve ler o jornal.

Este recado é para o Marco Silva. Um treinador nunca deve permitir que a tentativa de manipulação tome lugar no seio da equipa. Falo da aposta do Miguel Lopes em detrimento do Cédric. Sendo factual que o mais novo é um dos patinhos feios da blogosfera e da imprensa dita especializada, importa questionar se este só passaria a ser merecedor de justo reconhecimento se reunisse no mesmo corpo os atributos do Daniel Alves e do Angloma? Ou nem assim?

Não é evidente a escola de Cédric, os conceitos defensivos e ofensivos que assimilou durantes anos, a trajetória de sucesso, desde o seu empréstimo e consequente regresso à base até à conquista da titularidade a pulso, em detrimento da carreira bem atribulada e cheia de episódios do Miguel Lopes? Entre empréstimos, pouca utilização no Porto e lesões, será justo tudo isto esquecer e optar por recordar apenas os 13 jogos que fez pelo Braga?

A quem compete liderar, aos matutinos, aos autores de certos blogs ou ao treinador imbuído de uma visão fria, imparcial e intocável? Ou estaremos apenas perante uma gestão amadora à Lopetegui ou perante intromissões na gestão do plantel leonino relacionado com a renovação de um vínculo que só termina em 2016? Não acredito nisso.

Anda-se a toque de caixa do Visão de Mercado e de outros veículos propagandistas que tentam lamber as suas feridas insaráveis (de forma cada vez mais indisfarçável), ou seria preferível assumir uma postura mais profissional? Afinal, não é para isso que somos pagos?

Marco-Silva-Sporting

Porque é tão fácil ganhar no Dragão?

Porque se apostou num treinador que cresceu no futebol amador, ambiente perfeito para se forjar o aspeto romântico da decisão, que é naturalmente vergado face à dura realidade do futebol profissional. Formar um plantel e um onze a partir de uma matriz obcecada com os aspetos decisórios, cede perante o realismo dos mais pragmáticos. Não é por capricho que Jorge Jesus manifesta o seu interesse em jogadores como Javi García, Ramires, Matic, Samaris, Talisca e deixa cair Djuricic, Bernardo Silva ou dá um papel secundário a Ola John.

Curiosamente foi preciso ver chegar ao Porto um treinador que cresceu num contexto amador, onde os aspetos decisórios são excessivamente realçados face aos restantes, para constatar como é fácil ganhar no Dragão.

Lopetegui e o instinto de sobrevivência

Ao contrário do que tenho ouvido, Lopetegui não está a começar a perceber o futebol português. Aquilo que se está a manifestar é o seu instinto de sobrevivência a decidir por ele.

Por outras palavras, o facto do treinador espanhol começar a revelar preocupação em estabilizar a equipa diz respeito à necessidade exacerbada de pôr a jogar o maior número de jogadores, algo que só a famigerada rotatividade permitia, se ter vindo a revelar infrutífera.

Lopetegui não acreditava na rotatividade, apenas se submeteu a ela como forma de concretizar as expetativas criadas na hora de seduzir e convencer os jogadores do país vizinho a ingressar no projeto portista.

Perante o provável colapso desta opção, o espanhol viu-se perante um dilema: cumprir as expetativas que alimentou e arriscar-se a ser despedido (perdendo a maior oportunidade de construir um percurso de treinador no futebol profissional, e logo num clube que faz carreiras a partir do quase nada); ou, dar voz ao instinto de sobrevivência, deixando cair as expetativas anteriormente geradas. Se os jogadores não o protegeram, garantindo-lhe bons resultados, não faz sentido que o treinador continuasse a colocar, por eles, a cabeça no cepo.

Lopetegui, pelo menos teve a virtude de compreender isso em tempo útil (já Paulo Bento não teve a inteligência de perceber que não devia fidelidade a determinados jogadores a partir do momento em que estes o deixaram de proteger com as exigíveis boas exibições) e ainda vai a tempo, perante o plantel de que dispõe, de ganhar quase tudo (a Taça de Portugal já la vai).

1

La Stratégie

by Alexander Sweden

Zés e Pelés

by Alexander Sweden

Futebol Táctico

by Alexander Sweden

Domínio Táctico

by Alexander Sweden

Leoninamente!!!...

by Alexander Sweden

Gordo, vai à baliza!

by Alexander Sweden

LeaodePlastico

by Alexander Sweden

Visão de Mercado

by Alexander Sweden

LATERAL ESQUERDO

by Alexander Sweden

A Tasca do Cherba

by Alexander Sweden